segunda-feira, 5 de março de 2012

Loucura...



Estava eu de roda de uns papéis  com uma colega, a trocar impressões sobre um assunto um tanto ou quanto complicado, quando alguém entra no escritório e dirige-se à recepção pedindo para falar comigo. Foi convidado a sentar-se no sofá enquanto aguardava que voltasse ao meu posto. Não prestei muita atenção, concentrada no que estava a fazer, e o facto de estar numa outra sala não me permitiu visualizar quem seria. Quando me sentei fiz sinal à recepcionista para que dissesse ao senhor para entrar. Ouvi uma voz muito familiar, que me deixou logo com os sentidos alertas e o coração acelerado. Quando se levantou e avançou gelei...

 - Bom dia Libertya! - Disse com sorriso . Estava incrédula no que os meus olhos viam, o chão fugiu-me por debaixo dos saltos altos, a mente viajava entre a surpresa e a quantidade de vezes que me havia dito "O longe faz-se perto num àpice", sabia que era maluco o suficiente para tal, queria que o fosse imensas vezes, mas desta forma não esperava.
 - Bom dia  Dr.! Como está? - Respondi num tom seguro e bem disposto, enquanto tentava disfarçar o nervosismo, todo o meu corpo tremia... Sentia um frio na barriga enorme e um arrepio na espinha, enquanto fitava aqueles olhos hipnotizantes, quase que me liam a alma, e  instigavam os meus. 

A conversa foi decorrendo sobre o pretexto de solicitar os nossos serviços, não estávamos sózinhos e como tal não podíamos dar largas ao que nos consumia, sabia também que a intenção era surpreender-me e ver como reagiria perante uma situação destas, mas sempre com alguns sorrisos e olhares cúmplices, quase que famintos um do outro. Pela primeira vez estávamos frente a frente, e todas as vezes que o desejámos pareciam descarregar adrenalina em doses tortuosamente deliciosas.
 - Peço desculpa vir a esta hora, está quase na sua pausa para o almoço não está? - Perguntou pegando no telemóvel como que confirmando as horas e escrevendo qualquer coisa.
 - Está sim, já estamos quase a terminar. - Respondi com um sorriso maroto. A luz do meu telemóvel acendeu, vi no visor que era uma sms dele.
 - Bom, obrigada pelas informações, fico à espera do seu email com as restantes, foi um prazer conhecê-la.
 - Serão enviadas assim que possível, e fico a aguardar a sua análise. Igualmente e o resto de um bom dia para si. - Levantou-se, olhou fundo nos meus olhos e dirigiu-se à porta, agradeceu a simpatia à recepcionista, saíndo em seguida em passo calmo e firme.

Enquanto tentava acalmar o ritmo cardíaco e raciocinar um pouco, li a sms. "Estou à tua espera no parque de estacionamento. Estás linda..." Um pouco atordoada ainda respondi, enquanto as minhas colegas comentavam o seu charme e timbre de voz grave e pausado, melodioso. Eu que por norma sou a primeira a entrar na galhofa quanto a isso nem me manifestei, tentava assimilar o que acabara de acontecer.  Recebo nova sms. "Trata de tirar a tarde porque hoje és só minha..."

Sem muito tempo para arranjar um pretexto de ultima hora, mas engenhosa como sempre, arranjei facilmente forma de o fazer. Assaltada por um misto de sentimentos e sensações, qual míuda em tempos de namoro de primeira bagagem, qual mulher carregada de vontade e desejo de o sentir,  e tornal real o que havia sendo alimentado há muitas luas. Chegada a hora de almoço, arrumei as minhas coisas, desiguei o pc e despedi-me com um "Até amanhã ladies" em passo ligeiro e rumei ao parque de estacionamento. Estava descontraído encostado à porta do carro a olhar para mim e a observar cada passo meu em sua direcção. Parei à sua frente e ficámos a olhar um para o outro por uns segundos... Sem articular uma palavra. Aproximou-se pondo a mão em redor da minha cintura puxando-me para si, e colou os seus lábios aos meus num beijo longo, calmo mas sentido e intenso, carregado de vontade. O tempo parou ali, naquele beijo seguido de outro, e mais outro, como se fossem o alimento que nos mantinha à míngua por dias e noites a fio.

 - Eu disse-te que o longe se faz perto num ápice... - Sussurrou-me ao ouvido, sentindo o calafrio que me causou enquanto me envolvia num abraço.
 - És louco... - Respondi olhando nos seus olhos, espelhavam o mesmo que os meus. Loucura, vontade, desejo, saudade.

Entrámos no carro, com intenção de irmos almoçar algures pela zona, mas a vontade de nos sentirmos  falava alto demais...

Continua...


19 comentários:

foxos disse...

Promete... :p

Rusty disse...

só me ocorrem algumas palavras, excelente, fenomenal.. adorei ler e imaginar todos os momentos transcritos, carregados de emoção e erotismo.. espero pelo resto para sentir algo mais..

Pearl disse...

Adivinho um óptimo almoço!

;)


beijos

MisterCharmoso disse...

Nem consigo imaginar o resto da tarde mas se ele fez isso tudo por ti AGARRA-O....
Tenho mais uma aventura relatada no meu blog. Passem lá e comentem.
Beijos e abraços charmosos

DoiSaboresELA disse...

Bemmmm... boa surpresa sem dúvida!
Acredito que a tarde tenha corrido muito bem!
Beijosss

ElSolittario disse...

como eu gosto de te sentir [ler] assim,,,

venham de lá essas asas vermelhas da luxúria,,,
;)


beijo.te in red


*e tu tira-me a verificação de palavras que já é dois comments que não entram,,,
;)

Stargazer disse...

:)

Asas negras???

Beijo (cúmplice)

...

Libertya... disse...

Foxos,

Diria que sim... :P

Libertya... disse...

Rusty,

Agradeço as tuas palavras. Espera para sentir... Intensamente.

Libertya... disse...

Pearl,

Excelente...

;)

Beijos

Libertya... disse...

Mister Charmoso,

Será que sim? Será que não? Mistério...

Passarei para ler.

Beijos libertyos

Libertya... disse...

DoiSabores(Ela)

Sem duvida! Muito bem... mesmo.

Beijos x2

Libertya... disse...

El Solitario,

Gosto quando me sentes (lês) assim...

Vermelhas como o sangue... que corre nas veias! E asas ;)

Beijo.Te in Satin Red

*Por isso é que não te tens sentado aqui neste sofázinho... ;)

Done!

Libertya... disse...

Star,

Não... As minhas são bem vermelhas!!! ;)

Beijo ( subtil)

:)

Stargazer disse...

Eu sei, eu sei!

Beijo (deliciado)

:)

Libertya... disse...

Stargazer,

Será mesmo que sim? ;)

Beijo(misterioso...)

:)

(Ela) disse...

Gostei de ler, gostei do teu espaço!

E aguardo esta pecaminosa continuação!

Beijo d'(Ela)

Libertya... disse...

(Ela)

Bem vinda sejas ao Libertya!

Gostei da tua visita, com agrado espero a próxima...

A continuação sairá com pecado, certamente!

Beijo Libertyo

Stargazer disse...

não sei, mas como adoro o que fica preso nas entrelinhas...

Beijo (entendido)

:)