terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Vinde...



 ... Até mim...

Segue a voz que te embala...

Sente a mão no rosto que te acalma...

Adentra o mar que se revolta à tua frente...

Perde o  rasto na areia...

Encontra o rumo por entre a espuma...

Não temas o canto da sereia...

Prova o sal que te banha o corpo...

Solta as amarras e lança-te à água,

Procura... o teu sentido no meu  navegar,

Espalha o teu gosto no meu reino,

Larga o teu perfume nas ondas do mar,

Afoga-te no meu beijo...

Resgato-te em cânticos encantados ...

Devolvo-te a vida, em entregas

e sonhos adoçicados...

Vinde... até mim...

Megulha... sem medo, descobre o segredo,

Qebra as forças da maré,

Sê marinheiro destemido,

Rema de corpo e alma,

E vinde...

... Até mim...



12 comentários:

El Solittario disse...

tou "inde",,,
;P

e remo forte e rápido,,,
; )

beijo molhado de sal,,,
que o mar hoje tá bravo,,,
lolo

menina fê disse...

que o sal abra os caminhos desses corpos!




bjs meus

oral_muito_melhor_que_palavras disse...

Que desejo esse. . .
Que vontade essa. . .
Palavras. . .
A força das palavras sente se nas veias.

Bom post, sentido.

Beijo.

Continuo a ler . . .

Simplesmente disse...

concordo... acho que tu deves ser um excelente porto de abrigo...

Ulisses disse...

Este teu canto de sereia...

:)

Venus in red disse...

Irresistível canto de Aglaope...

Que venha o corajoso marinheiro e aporte em tão formosos braços, de ouvidos livres e vontades salgadas... afundando-se nos sentidos encantados que perfumam a pele...









Basium
(mediterrâneo)

Libertya... disse...

El Solitario,

Vinde, com calma... desde que a chegada seja sentida, o mar espera calmamente...
;)

Beijo com cheiro a maresia...
Que a Sereia está pacifica! Lol

:P

Libertya... disse...

menina Fê,

E que abra os poros... com deleite!

Beijinho meu

Libertya... disse...

Oral,

Tal como o sangue que corre nas minhas... sempre assim.

Beijo libertyo

Continuo a gostar da tua visita...

Libertya... disse...

Simplesmente,

Se há algo que sou... é isso mesmo.

Beijo libertyo

Libertya... disse...

Ulisses,

É...?
:)

Beijo libertyo

Libertya... disse...

Venus,

Como te comentar? Não há elegância como a tua...

Beijo meu, muito meu!