terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Devaneios...




" Anda, desliga o cabo,

que liga a vida, a esse jogo,
joga comigo, um jogo novo,
com duas vidas, um contra o outro.


Já não basta,
esta luta contra o tempo,
este tempo que perdemos,
a tentar vencer alguém.


Ao fim ao cabo,
o que é dado como um ganho,
vai-se a ver desperdiçamos,
sem nada dar a ninguém.


Anda, faz uma pausa,
encosta o carro,
sai da corrida,
larga essa guerra,
que a tua meta,
está deste lado,
da tua vida.


Muda de nível,
sai do estado invisível,
põe o modo compatível,
com a minha condição,
que a tua vida,
é real e repetida,
dá-te mais que o impossível,
se me deres a tua mão.


Sai de casa e vem comigo para a rua,
vem, q'essa vida que tens,
por mais vidas que tu ganhes,
é a tua que,
mais perde se não vens.


Sai de casa e vem comigo para a rua,
vem, q'essa vida que tens,
por mais vidas que tu ganhes,
é a tua que,
mais perde se não vens.

Anda, mostra o que vales
tu nesse jogo,
vales tão pouco,
troca de vício,
por outro novo,
que o desafio,
é corpo a corpo.


Escolhe a arma,
a estratégia que não falhe,
o lado forte da batalha,
põe no máximo o poder.

Dou-te a vantagem, tu com tudo, eu sem nada,
que mesmo assim, desarmada, vou-te ensinar a perder.


Sai de casa e vem comigo para a rua,
vem, q'essa vida que tens,
por mais vidas que tu ganhes,
é a tua que,
mais perde se não vens."



Deolinda, "Um contra o outro"

6 comentários:

O Doutor e o Fugitivo disse...

Devaniar, é como por momentos sermos outro ser, variar tudo.
Um bom devaneio, é sempre um bom devaneio...
Continue a devaniar à vontade que tem aqui um leitor atento a estes seus momentos.

Continuarei atento

Fugitivo

Desejo Evidente disse...

Umcontra o outro... deverá ser substituído por "um com o outro".

Stargazer disse...

Ai essas asinhas...

Beijo angélico!

:)

Libertya... disse...

Fugitivo,

Podemos ser vários num só... E sabe muito bem devaniar, ou variar por vezes.

Gosto de o saber como leitor, ainda para mais atento.

Beijo libertyo

Libertya... disse...

Desejo Evidente,

Uma ideia sem duvida acertada, mas neste caso a letra perderia a sua graça...

Beijo libertyo

Libertya... disse...

Afrodite,

Adoro estas, ou não as tivesse "tatuadas" na alma, e de facto tatuadas no corpo, se bem que menos felpudas é certo, essas deixo para as da alma...

Para além da "carga", simbologia e sentido muito especial que têm para mim, são de facto lindas... as da imagem.

Beijo diabólico? Antes um... angelicamente vermelhinho! :)