sexta-feira, 17 de junho de 2011

Sentir...



Eu... Tu...
Paixão... Calor... Sedução....
Partilha... Confiança... Tesão!
Olhas-me com aquele ar felino...
Retribuo-te lasciva ... Sorriso maroto...
O que conheces tão bem...
Menina mulher... Gata selvagem...
Aproximação... Passos seguros e lentos...
Perfume... os nossos que se misturam...
Mordo os lábios... atiço-te!
O meu corpo estremece com o teu caminhar...
Imponente... Calmo... Firme...
Charme e sedução forte... TU!
Sussurro-te ao ouvido...
"Quero-te... "
Num gesto firme puxas-me de encontro a ti,
Sinto o calor que emanas do corpo...
Lingua minha, quente... que serpenteia no teu pescoço,
A tua mão desçe pelas costas
Arrepio-me... deliras.
Roças o corpo no meu, sinto-te crescer
Provoco-te.... queres um beijo...
Dou? Não dou? Humm...
Sinto-te mais forte agora, prendes-me as mãos,
O teu olhar grita, és minha!
O meu responde... Só tua!
Quebro... cedo, as línguas iniciam um bailado,
Os corpos dançam ao som do desejo...
Puro... crú... sentido... o nosso!
Desapertas-me a camisa... botão a botão
Admiras o negro que me cobre os seios,
Tocas-me... Fecho os olhos... os bicos eriçam...
Dizes-me ao ouvido palavras desconexas,
Puxo-te com firmeza contra mim, levo a mão ao teu sexo
Afago-o... esfrego-me, roço-me, oiço-te....
Voz que falha... loucura instalada!
A tua boca faz-me delirar, a língua enlouquece...
E desce mais um pouco.... livro-te das vestes,
Abro um pouco as pernas... sinto-te a queimar
enquanto as pernas tremem de tesão.
Suave e maliciosamente brindas-me as virilhas
com a tua saliva... quente... inebriante...
Brincas... atiças... jogo do gato e do rato!
Levo-te lá com a mão... olhas-me...
" Não... ainda não..."
Delicias-te com a tortura... sentes-me a escorrer...
Escrava, sucumbo ao teu domínio, faz-me tua!
Sinuoso, fazes-me gemer, entrar em delírio,
Falta-me o ar, êxtase completo, sorves-me...
E sobes...
Beijas-me, misturas o meu sabor ao teu,
Viras-me!
Mordes-me o ombro com suavidade, sussurras...
"Queres-me...?
Pede!!"
Rasgas-me a razão, invades-me os sentidos,
Rouca e louca, num gemido ordeno-te...
"Quero-te! Agora! Já!"
De uma acentada entras em mim, forte
Majestoso, louco de prazer!
Vai e vem calmo... sentido, numa fusão incrível!
Aumentas a cadência, ritmado,
Gemo perdida de desejo, perdida em ti...
Corpos suados que sucumbem à loucura,
Em horas de arrebato, entrega, até se perderem as forças...
Etre gemidos, pedidos, desejos ardidos, dás-me tudo!
Ofereço-te em bandeja dourada o orgasmo...
Sinto o teu a vir galopante,
Oiço-te... sinto-te... vibramos em conjunto....
Perdemos a noção do espaço, tempo, de tudo...
Num beijo selamos o nosso mundo...
Num abraço unimos as asas...
E...

22 comentários:

MisterCharmoso disse...

Eu libertei-me completamente ao ler-te e juntamento com a foto voar para outro mundo. Um mundo onde as palavras me poem em extase e com prazer maximo.
Beijos charmosos e muito bem escrito

Stargazer disse...

Sempre surpreendente com esta tua escrita lascivamente sensual.

Única como só tu sabes ser...

É uma delícia ler-te!

Beijo voluptuoso,

Fragmentos Intemporais disse...

Palavras plenas de erotismo e sensualidade, características muito bem enquadradas num texto simplesmente avassalador!


Beijocas boas.

Fogo disse...

Gostei...

Lua disse...

A liberdade...hum...
Saudades vossas..

Senhor Geninho disse...

... e deixamos que as almas se fundam...

Lost Soul disse...

há torturas que não têm palavras para descrever...

...sempre intensa...sempre!Essa é a tua marca!

beijo

Venus in red disse...

Uma descrição quente, inebriante... tão ao género Libertya...
Uma cadência de palavras, que percorre a linha mágica desse arrebatador sentir, que é a paixão...

Gosto de te ler assim... red wings... ;)




Basium
(extasiado)

Flowheart disse...

Libertya no seu melhor, palavras avassaladoras, traduzidas numa maneira impossivél de emitar, que saudades...
Adorei saber que o teu melhor ainda existe.
E, ao lê-lo, sinto-o...

Beijos doces

El Solittario disse...

SUBLIME,,,
como só tu sabes ser,,,
;)

beijo-te vermelhinha,,,

*damn!!! vou-me enfiar dentro da arca frigorífica, que só de pensar,,, aiii,,,,

Libertya... disse...

Mister Charmoso,

O cérebro é o orgão mais poderoso que temos... as palavras, uma forma de lhe dar "asas".

Obrigada pelo teu comnetário...

Beijo libertyo

Libertya... disse...

Stargazer,

Uma delícia é ter-te a ler-me e a tecer comentários assim... :)

Beijo magnético

Libertya... disse...

Fragmentos Intemporais,

O meu obrigada...

Beijo libertyo

Libertya... disse...

Fogo,

Bem vindo sejas ao Libertya.

Fico contente por isso...

Beijo libertyo

Libertya... disse...

Lua,

Saudades de te ter por cá... ;)

Beijo libertyo

Libertya... disse...

O senhor geninho,

Numa simbiose perfeita...

Beijo libertyo

Libertya... disse...

Lost Soul,

Uma delícia aos sentidos... todos eles.

Sempre um privilégio ter-te por aqui...

Beijo libertyo

Libertya... disse...

Doce Vénus,

A vida é isso mesmo... um constante sentir, que deveria ser sempre vivida em estado de paixão...

As "red wings" estão vincadas... no corpo e na alma! ;)

Beijo
(simibiótico)

Libertya... disse...

Flowheart,

A Libertya é sempre a Libertya... Até pode esmorecer de tempos a tempos mas, a sua essência nunca muda, desaparece ou desvanece...

Beijinho meu

:)

Libertya... disse...

El Solitário,

Tu mimas-me... tu mimas-me!!!

;)

Dentro da arca frigorífica? Tu? Nãããã.... Antes ao pé de mim, com um Magnum Gold, que tal?
:P

Beijo-te... de uma asa escarlate para outra negra!

Nasty nasty...
;)

El Solittario disse...

fechado,,,
eu levo o magnum e a asa negra,,,
;)

beijo-te meninas das asas vermelhas,,,

{ÍsisdoEgito}JZ - Tua, somente tua disse...

Olá,

é mesmo uma delícia, algo divino quando podemos sentir isso tudo descrito nesta declaração linda...

Beijos carinhosos,

ÍsisdoJUN